Quarta-feira, 27 de Outubro de 2010

Quando foi construído o primeiro edifício da história?

Não se conhece a data exacta do primeiro edifício da história, mas, desde as primeiras civilizações, há registos de grandes palácios, templos e construções. Sabe-se que os sumérios, que dominaram o sul da Mesopotâmia de 3.500 a 1.600 a.C., chegaram a ter cidades com mais de 30 mil habitantes, nas quais havia prédios repletos de colunas e terraços. Por causa da escassez de pedras, eles usaram uma argamassa de junco e barro, além de tijolos de barro secos ao sol. O maior dos prédios deste período, o Zigurate de Ur, tinha um pavimento superior com mais de 30 metros de altura. A civilização Minóica, que ocupou Creta por volta de 2.000 a.C., deixou vestígios de enormes palácios e edificações construídas antes de 1.750 a.C., quando uma grande catástrofe natural as soterrou.

Não se conhece a história do primeiro quartel de bombeiros mas todos sabemos que o nosso está para durar não fossem as ervas invadirem tudo e o fogo amigo ter dado uma cor diferente ao espaço. Todos os dias menos ao domingo pode-se treinar bicicleta, corrida e até boxe. As corridas esquisitas, começam ao final da tarde com figuras que deambulam e que a curto prazo têm no local o espaço de convívio total, isto sem contarmos com as inúmeras actividades de formação e instrução a que o espaço cada vez mais está sujeito. Se houver quem pague alguma coisinha para ajudar, pode-se alugar para eventos – piqueniques -.

publicado por portovoluntario às 09:15
link | comentar | favorito
1 comentário:
De Belo a 27 de Outubro de 2010 às 15:03
Os Voluntários do Porto foram a 4ª Corporação de voluntários a ser fundada.
Tiveram o seu primeiro quartel no Pátio do Paraiso até 1925, ano em que este foi vendido à Cãmara Municipal do Porto pela Condessa de Fijó, proprietária do mesmo.
De 1925 até 1947/48 os Voluntários do Porto viveram nas traseiras do actual quartel.
Em 24 de Agosto de 1941procedeu-se ao lançamento da primeira pedra do novo edifício social “... Pelas 15 horas, no terreno cedido pela Exma. Câmara Municipal do Porto à Associação Humanitária Bombeiros Voluntários do Porto, que se situa na Rua Rodrigues Sampaio e se destina à construção do novo edifício social desta Associação Humanitária, procedeu ao lançamento solene da primeira pedra o Exmo. Sr. Dr. António Augusto Pires de Lima, governador civil do distrito do Porto".
Só então foi demolido o velho pardieiro de tantos anos, o que foi feito pelos próprios bombeiros, que passaram provisoriamente a habitar um barracão nas traseiras do terreno.
Muitos anos para se construir o actual quartel. Muitos outros quarteis foram construidos em primeiro lugar, antes da construção dos Voluntários do Porto.
Esta pequena história para dizer que os Voluntarios do Porto não mereciam (nem merecem) as ervas que têm proliferado.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
22

23
24
25
26
27
28
29


.posts recentes

. MARGEM DE CÁ

. UM ANO MAIS

. CAPELINHAS

. MADONNA

. PIOR DO MESMO

. IGUAL, SÓ EM SONHOS

. PILI

. FELIZ NATAL

. PODIAM FAZER IGUAL

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

.arquivos

. Fevereiro 2020

. Junho 2019

. Fevereiro 2019

. Dezembro 2018

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Agosto 2016

. Fevereiro 2016

. Agosto 2015

. Fevereiro 2015

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds