Segunda-feira, 23 de Agosto de 2010

AGULHETADAS (126)

CARO(A) AMIGO(A),

 

É com muita tristeza que lhe participamos o falecimento de um amigo muito querido que se chamava BOM SENSO…e que viveu muitos e muitos anos entre nós.

Ninguém conhecia com precisão a sua idade porque o registo do seu nascimento foi deitado ao lixo há muito tempo, tal era a sua antiguidade, mas lembramo-nos muito bem dele, principalmente pelas suas lições de vida: - O mundo pertence àqueles que efectivamente trabalham ; O melhor exemplo para os outros devemos ser nós próprios ; fazer aos outros aquilo que queremos que nos façam a nós ; não podemos esperar tudo dos outros, ou ainda, o que me acontece pode ser em parte também por minha culpa.

O BOM SENSO só vivia com regras simples e práticas como por exemplo:

Não gastar mais do que se tem, não se aproveitar de ninguém, e sobretudo não ser oportunista. Eram ainda mais claros os princípios educativos. Toda a gente merece respeito e atenção.

Acontece que, o BOM SENSO começou a perder o chão, quando os mais velhos deixaram de ter memória, preocupados com o que queriam em vez de o que podiam fazer, acreditaram ter feito bem o seu trabalho querendo que os mais novos fossem os seus agentes no terreno para evoluírem à sua custa, sem aprender o respeito e as boas maneiras. Sabendo que um elemento foi afastado quando se defendeu por ter uma cor de pele diferente, agravou-se ainda mais o seu estado de saúde.

Deteriorou-se mais ainda, quando elementos vários fazem o que querem, sem chefias, sem líderes e nada acontece. Curativo atrás de curativo nada adiantou. O seu estado foi-se degradando

Enfim, o BOM SENSO perdeu a vontade de viver quando percebeu que os oportunistas tinham melhor tratamento do que os que trabalham e principalmente melhor que as suas vítimas. Também recebeu fortes golpes morais e físicos, quando a Justiça decidiu que era crime defendermo-nos dos confrades na nossa própria casa, enquanto a estes últimos é dada a garantia de poder fazer o que querem e lhes apetece, recebendo nos finais de cada mês.

O BOM SENSO perdeu definitivamente toda a confiança e a vontade de viver quando soube que há gente que se oferece, sabe-se lá a troco de quê, de fazer o que não sabe, incluindo mudar de terra e postura, recebendo para já por isso, uma colossal desorganização onde impera o oportunismo que dizem ser nada mais que trabalhadores sedentos de maldade aos que lhe querem tirar o teta.

Certamente você já reconheceu, que a morte do BOM SENSO foi precedida pelo falecimento: dos seu pais: Verdade e Confiança; da mulher - Discrição; da filha Responsabilidade e do filho Juízo. O BOM SENSO deixa o seu lugar para quatro falsos irmãos:

- Eu sei o que quero, conheço os meus objectivos, são meus e de mais ninguém ;

-  A culpa não é minha, estou aqui para trabalhar ;

-  Somos vítimas de pessoas muitas más. Os inimigos estão lá fora à espreita. Temos de trabalhar e produzir ainda mais e se for preciso nem dormimos, horas extraordinárias são importantes e têm que ser pagas ;

- O que eu faço, faço-o desinteressadamente. Se for preciso até durmo no quartel o tempo que for preciso e nem a casa vou ; esta é a minha casa, quero o melhor para mim, sou o cabeça de casal.

Claro que não haverá multidão no seu enterro, porque já não temos muitas pessoas que o conheçam bem, e poucos saberão que ele partiu e não está mais entre nós.

A quem lê este post, se ainda se recorda dele, caso queira reavivar a sua lembrança, avise os seus amigos do desaparecimento do saudoso BOM SENSO.

Senão, não faça nada... deixe tudo como está e vai ver que o próximo a ser esquecido será você mesmo!

publicado por portovoluntario às 17:50
link | comentar | favorito
1 comentário:
De Belo a 24 de Agosto de 2010 às 12:46
Os meus parabens pelo post de hoje-.
Sou leitor assíduo do seu blog. Renovados parabens pelo mesmo.
Apesar de estar afastado fisicamente há algum tempo dessa Prestimosa Casa, não deixo de acompanhar o presente (e pensar no futuro) da mesma.
Lamento que o BOM SENSO tenha morrido.
Já morreu há muito tempo atrás. E os herdeiros não fazem jus ao falecido.
Bom trabalho para si.
Até uma próxima oportunidade.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
22

23
24
25
26
27
28
29


.posts recentes

. MARGEM DE CÁ

. UM ANO MAIS

. CAPELINHAS

. MADONNA

. PIOR DO MESMO

. IGUAL, SÓ EM SONHOS

. PILI

. FELIZ NATAL

. PODIAM FAZER IGUAL

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

.arquivos

. Fevereiro 2020

. Junho 2019

. Fevereiro 2019

. Dezembro 2018

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Agosto 2016

. Fevereiro 2016

. Agosto 2015

. Fevereiro 2015

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds