Terça-feira, 13 de Julho de 2010

AGULHETADAS (99)

A vizinhança agora não é como antigamente. Todos deixavam as portas abertas. O cheiro era nauseabundo, mas para quem lá morava era normal. Depois de muitos anos a mudar, de casa em casa, o nosso artista está agora num prédio todo moderno. Tinha vizinhos acima da média, só ele não era intelectual. Um dos seus vizinhos tinha um papagaio.
Nesse imóvel, saía a senhora todos os dias para o trabalho. O papagaio via a senhora a sair e dizia-lhe:
- TODA BEM VESTIDA, TODA BEM PINTADA......VAI PARA A VIDA!
À noite, quando a senhora regressava, o papagaio lá estava e dizia--lhe:
- TODA BEM VESTIDA, TODA BEM PINTADA..... VEM DA VIDA!
Passados alguns dias, a vizinha muito chateada, resolve ir fazer queixas ao marido.
- Vê tu, que o papagaio do vizinho, todos os dias, quando saio, diz-me que vou para a vida, quando venho para casa, diz-me que venho da vida. Só pode ser o vizinho que lhe ensina.
- Deixa lá mulher, no próximo sábado antes de ir à vandoma, emprestas-me a tua roupa e compras-me uma cabeleira da cor do teu cabelo, que eu trato do resto.
Assim fez! Quando o papagaio o viu, disse-lhe:
- OLHA QUEM VEM LÁ..... TODO LAMPEIRO...! - DURANTE A SEMANA É O QUE SE SABE..... E AO FIM-DE-SEMANA É PANELEIRO! (quem teria dito ao papagaio do célebre jantar de aniversário do radialista)

publicado por portovoluntario às 17:50
link | comentar | favorito

Quem inventou o relógio de pulso?

Este post é a pedido do mandante. O inventor do relógio de pulso foi o mesmo do avião: o brasileiro Santos Dumont. O pai da aviação pretendia cronometrar o tempo de voo dos seus aviões durante as experiências. Naquele tempo, os relógios ficavam nos bolsos, presos a uma corrente. Como Santos Dumont não podia tirar as mãos do manche para pegar no relógio, encomendou ao joalheiro Cartier um modelo que ficasse fixo no braço e facilitasse o controle das horas. Ainda hoje o relógio é sinónimo de civismo. Não basta entrar muito cedo ao serviço. De que serve entrar antes de todos se o que se faz é nada. Se os relógios fossem importantes, deviam registar as tarefas que cada um executa e ai não havia forma de os atrasar. Ou haveria, nunca se sabe tal é a vontade de andar sem rédea à solta, esperando os finais de cada mês.

publicado por portovoluntario às 09:29
link | comentar | favorito
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

AGULHETADAS (98)

Com a organização dos matutanos, o nosso oferecido foi parar a uma aldeia distante de tudo o que é civilização. Logo se armou, como de costume, de médico e coisa e tal. Aos poucos, logo na primeira manhã de serviço notou que só havia velhos. Meteu logo conversa com o Ti Augusto e aproveitou para perguntar:

- Então Ti Augusto, aqui na terra não há meninas?

- Aqui não há nada! Só se for às sextas-feiras com a égua! respondeu o Ti Augusto.

Passado algum tempo, já o pedinte andava a ganir de saudades e desejos, quando o Ti Augusto voltou a passar à porta do estacionamento:

- Então homem, hoje é Sexta-Feira, como é que é isso da égua?

- Sendo 3 da tarde, o doutor venha ter comigo à beira do riacho.

Quando lá chegou, encontrou uma fila enorme de homens, mas ele como estava armado e disfarçado de médico, bombeiro, especialista, formador, estúpido e coitado, toda gente o deixou passar à frente.

Quando viu a égua, o oferecido esqueceu os preconceitos, limpou os óculos e libertando o desejo reprimido, baixou as calças e montou-se no animal.

Ao fim de alguns minutos de relação, o Ti Augusto chega-se ao pé do oferecido e diz:

- Doutor, eu não queria interromper, mas não canse a bichinha, porque ela é que nos vai levar para o outro lado do riacho, onde estão as belas amigas, quais prostitutas, homem.

publicado por portovoluntario às 17:44
link | comentar | favorito

Qual é o maior museu do mundo e onde se localiza?

O maior museu do mundo é o Smithsonian Institution, em Washington, nos Estados Unidos. Dele, fazem parte 16 museus e o jardim zoológico nacional. Inaugurado em 1846, possui cerca de 140 milhões de pormenores e os temas que aborda vão desde a biologia a antropologia.

Agora com as modificações operadas o primeiro grupo de trabalho já foi criado para erguer a casa de banho na secção de lordelo, abandonada à exploração e bem localizada para uma bisca à maneira. Esse grupo é também incumbido de retirar tudo de lá que não seja útil e já se consta que há quem vá ficar com as embarcações para treinar em águas turbas e assim angariar fundos numas acções de sensibilização de radicalismos. Se o principal explorador de marinhas no rio quisesse, também nós teríamos embarcações na água para dar umas voltas, agora que há turistas a dar com um pau.

publicado por portovoluntario às 09:40
link | comentar | favorito
Domingo, 11 de Julho de 2010

AGULHETADAS (97)

http://www.skyscrapercity.com/showthread.php?t=1036265&page=2

Procurem bem. Leiam com atenção. É oportuno. Podem verificar que, apesar de haver guito para o quartel novo, este que temos…é importante. Não vai ser para nós, ainda não nos disseram o que vão fazer com ele. Uma coisa é certa, já disse o mandante, para nós não vai ficar, de certeza. Apesar de ser um mentiroso compulsivo, eu acredito.

publicado por portovoluntario às 17:26
link | comentar | favorito

Qual a velocidade de uma flecha em movimento?

Depende da constituição do arco, do material, da aerodinâmica e, naturalmente, do arqueiro. As flechas antigas, No tempo do Robin dos Bosques, feitas em madeira, eram mais pesadas e lentas que as actuais, confeccionadas a partir de leves tubos de alumínio ou de fibras de carbono. Os atiradores contam que as últimas, lançadas com bons arcos, costumam atingir até 250 km/h.

A esta velocidade anda o pensamento de uns quantos a trabalharem para o efeito que a Red Bull causou. Como ultrapassar tudo isto: com muita vontade: fazendo ciclismo aos fins-de-semana, corrida nos finais de cada dia para justificar o banho, subindo mais frequentemente as escadas principais mesmo para não fazer nada e principalmente deixar o café habitual que já começa a dar nas vistas.

Para quem está habituado a disparar em todas as direcções, na procura dos culpados para tudo, o principal atirador não faz por menos – só ele tem razão.

publicado por portovoluntario às 09:39
link | comentar | favorito
Sábado, 10 de Julho de 2010

AGULHETADAS (96)

O mandante senta-se no autocarro ao lado de uma freira excepcionalmente bonita.

Armado em santinho, como é seu costume, sem que ninguém se tenha apercebido, pergunta-lhe se ela gostaria de ir para cama

com ele. A religiosa, surpresa, recusa o convite e desce do autocarro na paragem imediata. O fiscal que se apercebeu de tudo, diz ao mandante: Eu sei como pode ir para a cama com essa freira. O que diz que trabalha muito fica curioso e o fiscal dá-lhe a receita:

- Todas as quarta-feira à noite ela vai ao cemitério de Paranhos rezar. Não é difícil arranjar uma cabeleira e uma barba postiça, veste uma túnica e cobre um pouco o rosto…depois ela vai pensar que é Jesus Cristo... E então você ordena que ela transe.

Fácil não concorda? Sim, claro, vou fazer isso.

Na quarta-feira, lá estava o mandante como é habitual, disfarçado, esperando a freira.

Assim que ela chega, ele salta a muito custo de trás de um túmulo e diz:

- Eu sou Jesus! Ouvi as suas preces e elas serão atendidas. Mas antes você vai ter de fazer sexo comigo!

A freira concorda, mas pede que seja sexo anal, pois quer manter o voto de castidade. Assim que termina, o sujeito não se contém, tira a túnica do rosto e diz: - Hahahaha! Eu sou o malcriado do autocarro!

A freira tira o véu e diz:- Queridoooooooo eu sou o fiscal, lembras-te?

publicado por portovoluntario às 17:40
link | comentar | favorito

Qual a razão da disposição das letras nas máquinas de escrever?

No primeiro modelo de máquina de escrever desenvolvido em 1867, as letras eram de facto dispostas por ordem alfabética. Porém, o seu inventor, o norte-americano Christopher Latham Sholes, decidiu incumbir um seu amigo, James Densmore de descobrir uma forma de melhorar a disposição das teclas. Ele estudou as combinações de letras mais utilizadas na língua inglesa e optou por colocá-las distantes umas das outras de modo a evitar que hastes próximas subissem juntas e ficassem presas ou emboladas umas às outras. Muitas outras propostas de distribuição foram sugeridas ao longo dos tempos, o teclado de Densmore tornou-se o modelo padrão em todo mundo. Vale citar que por conta das seis primeiras letras da fila de cima, adoptou-se chamar ao teclado de QWERTY. A este facto também não é estranho o teclado dos computadores.

Desde 1867 é obra. Pouco antes de nós existirmos. Com tanto pessoal a desaparecer, alguns vendedores da banha da cobra ainda vão aparecer com fotografias compradas na Vandoma que atestam que os papás, avós, tios, padrinhos e outros familiares foram fundadores e assim justificarem que não estão nos bombeiros por acaso. Um destes dias ainda vai aparecer vindo de Santiago de Compostela um artista a jurar que por culpa dele e das orações ao santo, já há guito para telelés e pagar alguns extras em atraso para uns poucos.

publicado por portovoluntario às 09:27
link | comentar | favorito
Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

AGULHETADAS (95)

O que o mandante escreve quando há tinteiros para, quem sabe, mais tarde fazer um livro mais, pago por outros tansos. Há sempre quem consuma este tipo de literatura. O Castelo Branco também escreve e….aqui fica o desabafo. É de rir. O que ele faz para ser diferente.

Estava eu a ver televisão numa tarde de domingo, naquele horário em que não se pode inventar nada para fazer, quando a minha esposa se deitou ao meu lado e começou a brincar com minhas partes. Após alguns minutos sem despertar em mim, o que vem sendo habitual qualquer sensação por ai além, ela teve a seguinte ideia:
- Por que é que não me deixas depilar os teus ovinhos. Assim eu poderia fazer outras coisas com eles.
Aquela frase foi igual a um sino na minha cabeça. Por alguns segundos imaginei o que seriam outras coisas. Respondi que não, que doeria coisa e tal, mas ela veio com argumentos sobre as novas técnicas de depilação que andava a aprender e eu a imaginar as outras coisas, não tive argumentos para negar e concordei.
Ela pediu-me que me pusesse nu enquanto ia buscar os equipamentos necessários para tal feito. Fiquei a ver um filme, porém a minha imaginação vagueava pelas novas sensações que sentiria e só despertei quando ouvi o beep do microondas.
Ela voltou ao quarto com um pote de cera, uma espátula e alguns pedaços de plástico. Achei estranhos aqueles equipamentos, mas ela estava com um ar de dona da situação que deixaria qualquer médico urologista sentir-se um principiante.
Fiquei tranquilo e autorizei o restante processo. Pediu-me para que eu ficasse numa posição de quase frango assado e libertasse o aceso à zona do tomatal.
Pegou nos meus ovinhos como quem pega em duas bolinhas de porcelana e começou a espalhar a cera morna. Achei aquela sensação maravilhosa! O Sr. tolas já estava a ficar ao contrário do que já não lembrava acontecer, todo pimpão como quem diz: não há que enganar, sou o próximo da fila!
Pelo início, imaginei quais seriam as outras coisas que aí viriam. Após estarem completamente besuntados de cera, ela embrulhou-os no plástico com tanto cuidado que eu achei que ia levá-los de viagem. Tentei imaginar onde é que ela teria aprendido essa técnica de prazer: No centro profissional, com técnicos da Tailândia, da China ou pela depois de recorrer à Internet?
Porém, alguns segundos depois ela esticou o saquinho para um lado e deu um puxão repentino. Todas as novas sensações foram trocadas por um sonoro ' A PUUUU..A QUEEEE TE PAR....UUUUUUU', quase gritado letra por letra.
Olhei para o plástico para ver se a pele do meu tin tin não tinha vindo agarrada. Ela disse-me que ainda restavam alguns pelinhos, e que precisava repetir o processo. Respondi prontamente: se depender de mim eles vão ficar aí para a eternidade!
Segurei o esquerdo e o direito nas minhas respectivas mãos, como quem segura os últimos ovos da mais bela ave em extinção, e fui para a banheira. Sentia o coração bater nas pendurezas.
Abri o chuveiro e foi a primeira vez na minha vida que molhei a salada antes de molhar a cabeça. Passei alguns minutos deixando a água gelada escorrer pelo meu corpo. Saí do banho, mas nestes momentos de dor qualquer homem se torna num bebezinho: faz asneira atrás de asneira. Peguei no meu gel pós barba com camomila que acalma a pele, besuntei as mãos e passei nos ovinhos.
Foi como se tivesse passado molho de piri-piri. Sentei-me no bidé na posição de lavagem checa e deixei a água acalmar os ditos. Peguei na toalha de rosto e abanei os 'ditos' como quem abana um pugilista após o 10° round.
Olhei para meu infantil, coitado, tão alegrezinho uns minutos atrás, e agora estava tão pequeno que mais parecia o irmão gémeo de meu umbigo.
Nesse momento a minha esposa bate à porta da casa de banho e perguntou-me se eu estava bem. Aquela voz antes tão aveludada e sedutora ficou igual a uma gralha. Saí da casa de banho e voltei para o quarto. Ela argumentava que os pelos tinham saído pelas raízes, que demorariam a voltar a crescer. Pela espessura da pele do meu tin-tin, aqui não vai nascer nem sequer uma penugem, disse-lhe.
Ela pediu-me para ver como estavam. Eu disse-lhe para olhar mas com meio metro de intervalo e sem tocar em nada, acrescentando que se lhe der para rir ainda vai levar nas bentas.
Vesti a t-shirt e fui tentar dormir, sem cuecas. Naquele momento sexo para mim nem para perpetuar a espécie humana.
No outro dia de manhã, arranjei-me para ir para o bem bom do emprego. Os ovos estavam mais calmos, porém mais vermelhos que tomates maduros. Foi estranho sentir o vento bater em lugares nunca antes soprados.
Tentei vestir boxers, mas nada feito. Procurei algumas mais macias e nada. Vesti as calças mais largas que tenho e fui rua abaixo, sem roupa interior.
Entrei na minha secção com uma andar igual ao de um cowboy que sujou a cueca. Disse bom dia para quem quis ouvir, mas sem os olhar nos olhos, e passei o dia inteiro a fazer joguinhos e no Messenger de pé, com receio de encostar os tomates maduros em qualquer superfície. Depois de muito tempo, cheguei à conclusão que certas coisas só devem ser feitos pelas mulheres. Em muitas coisas não há diferenças, mas nunca fui capaz de perceber como a minha, confundiu o meu universo com o dela, se eu sou tipo único…egocêntrico….sou eu, é comigo

publicado por portovoluntario às 17:55
link | comentar | favorito

Qual a espessura de uma folha de papel de caderno?

De acordo com Silney Szyszko, especialista em celulose e papel, uma folha de caderno que nós conhecemos tipo A4, tem a espessura aproximada de 0,074 milímetros, mas os papéis em geral são avaliados de acordo com sua gramagem, que é peso por metro quadrado. No caso da folha de caderno, a gramagem costuma ser de 56, ou seja um metro quadrado daquele tipo de papel pesa 56 gramas.

Tanto papel com pouco peso. Se calhar as notas têm ainda uma maior gramagem, tal é a dificuldade de as encontrar e pesar. Ora bolas, agora que falei em notas, já vai havendo umas soltas, dos muitos serviços que seriam para fazer com as brigadas oferecidas. O residente diz e concordo com ele que agora as brigadas nem obrigadas. Quem as criou que as faça porque tem tempo para isso. Está criado, fala-se no segundo andar, de uma sala de crise, porque há pessoal que com o calor que está não quer ir lá acima, nem que seja para dar um olá. Estranha-se o movimento no espaço ao lado, principalmente quando a chave não se sabe onde está.

publicado por portovoluntario às 09:36
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
22

23
24
25
26
27
28
29


.posts recentes

. MARGEM DE CÁ

. UM ANO MAIS

. CAPELINHAS

. MADONNA

. PIOR DO MESMO

. IGUAL, SÓ EM SONHOS

. PILI

. FELIZ NATAL

. PODIAM FAZER IGUAL

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

.arquivos

. Fevereiro 2020

. Junho 2019

. Fevereiro 2019

. Dezembro 2018

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Agosto 2016

. Fevereiro 2016

. Agosto 2015

. Fevereiro 2015

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds