Sábado, 31 de Outubro de 2009

MUDANÇAS

Há pessoas que não têm a noção do que é um blog e para que serve. Fartam-se de insultar tudo e todos. Eu não publico comentários com esses conteúdos. Há outros, entretanto, não comentam mas dão algumas sugestões que chegam via email. E porque as sugestões são pertinentes, a partir do próximo mês, todos os dias, vai ser publicada uma pergunta, que pode ser respondida por quem quiser. Penso estaren assim asseguradas as várias possibilidades de resposta a essas perguntas. Quem sabe se assim não ficaremos esclarecidos. Já deram muitos exemplos de perguntas, aceito naturalmente todas as questões que queiram colocar, mas, sinceramente, o meu avô que me ajuda nesta construção da história, vai fazer um painel e diariamente publicarei acompanhado com outros assuntos se forem oportunos.

 
Acabou tudo na risota. Esta foi contada na confeitaria na passada quinta feira. Está boa, aqui fica transcrita.
O mandado chegou a casa e disse à mulher:
- Lembras-te das dores de cabeça que eu costumava ter toda a vez que íamos fazer amor? Estou curado! Não tenho mais dor de cabeça! A minha amiga indicou-me um terapeuta que me hipnotizou e depois disse-me para me colocar na frente do espelho, olhar-me bem e repetir para mim mesmo:
Não tenho dor de cabeça!
Não tenho dor de cabeça!
Não tenho dor de cabeça!
Fiz isso e a dor de cabeça parece que desapareceu!
O mulher respondeu. - Que maravilha!
Então o mandado disse:
- Nos últimos anos tu não andas muito interessada em sexo! Por que não vais a esse terapeuta e tentas ver se ele te ajuda a ter novamente interesse?
A mulher concordou, marcou uma consulta e alguns dias depois estava toda fogosa para uma noite de amor com o mandado. Foi a correr para casa e entrou arrancando as roupas e arrastando digamos assim o mandado para o quarto, não adiantando os gritos dele que era dia de ordem de serviço. Colocou o homem na cama e disse-lhe:
- Não te movas que já volto!
Foi à casa de banho e voltou logo depois. Saltou para a cama e fez amor de maneira muito apaixonada como nunca tinha feito antes com o marido.
O mandante, estranho, disse-lhe: - Foi maravilhoso! Nunca me tinhas dado tanto prazer!
A mulher disse novamente ao mandante: - Não saias daí que eu volto já!
Foi à casa de banho e a segunda vez foi muito melhor que a primeira.
O mandado já tinha mais que justificado a falta da ordem de serviço, sentou-se na cama com a cabeça a girar em êxtase com a experiência. Ouviu a mulher dizer outra vez:
- Não saias que eu volto já! Foi à casa de banho, de novo.
Desta vez o mandado foi silenciosamente atrás dela e quando chegou lá, a mulher olhava para o espelho e dizia:
- Não é o meu marido!
- Não é o meu marido!
- Não é o meu marido!
publicado por portovoluntario às 09:53
link | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Fevereiro 2020

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
20
22

23
24
25
26
27
28
29


.posts recentes

. MARGEM DE CÁ

. UM ANO MAIS

. CAPELINHAS

. MADONNA

. PIOR DO MESMO

. IGUAL, SÓ EM SONHOS

. PILI

. FELIZ NATAL

. PODIAM FAZER IGUAL

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

.arquivos

. Fevereiro 2020

. Junho 2019

. Fevereiro 2019

. Dezembro 2018

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Agosto 2016

. Fevereiro 2016

. Agosto 2015

. Fevereiro 2015

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds