Segunda-feira, 31 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (9)

Este Manual do Morcon (10) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Basilha da desgraça - O mesmo que catraio ou máquina fotográfica, ou seja.

garrafon de cinco litros.

 

Bai pró c_r_lho – Antítese do que se pode pensar, ou seja “Hoje non tens

direito a nada”

 

- Amanhã começa o mês das decisões para ficar tudo igual. Já há quem faça apostas, entre o igual e para pior. Mas há quem ganhe sempre…é mau.

publicado por portovoluntario às 11:02
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 30 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (8)

Este Manual do Morcon (9) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Banal - Coisa exótica que se biu milhões de bezes.

 

Baselina - Lubrificante que sai mais caro que a margarina ou o unto.

 

- todos os meses deviam ser assim pequeninos e enormes nos salários. Todos ficam contentes, menos o tesoureiro e o que desconta os vales.

publicado por portovoluntario às 11:05
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (7)

Este Manual do Morcon (8) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Badalo — C_r_l_o cansado ou com depresson e ar triste, sempre a olhar para o chon.

 

Batalha (Bai no) - resposta que se leba quando se pergunta se son três pratos,

querendo pagar só um.

 

- Avizinham-se mudanças de pessoal. O à vontade vai ser ainda maior

publicado por portovoluntario às 11:18
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 28 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (6)

Este Manual do Morcon (7) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Bacanal – é arranjar umas bacanas, dar umas f_d_s e ter muito cuidado para

non ser confundido e enrabado.

 

Badalhoca - A que toma banho todos os dias. As outras son piores.

 

- menos um dia para eleições -

 

 

publicado por portovoluntario às 11:41
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 27 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (5)

Este Manual do Morcon (6) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Académico - Sócio da Académica.

 

Amo-te – O mesmo que: “Hei-de f_d_r-te a massa toda”

publicado por portovoluntario às 11:18
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 26 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (4)

Este Manual do Morcon (5) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Achantrar — Conquistar chantrona. Comer de borla à custa de uma desgraçada. Chambrear um binho maduro que custe mais de cento e cinquenta paus, para impressionar a parceira.

 

Adubar (o grelo ou os tomates) - Limpar o cu de trás para a frente.

publicado por portovoluntario às 10:47
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 25 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (3)

Este Manual do Morcon (4) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Abufadeira — Aplique colocado no cano de escape dos gaiolos (ber esta palabra) para fazer mais barulho e atrair as chocas (ber chocas). Também se usam muito nas regiões limítrofes da Inbicta, como Sra. da Hora, Padron e Labra.

 

Acaçar (Anda-me) – Resposta dada por uma jobem ao motorista das camionetas com destino a Bilar do Andorinho, quando a referida camioneta já está em andamento.

publicado por portovoluntario às 11:17
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 24 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (2)

Este Manual do Morcon (3) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Aborto - Um bocado pior que uma chica (ber esta palabra)

 

Abrunhosa - Grande músico, mas que non tem a certeza se há-de f_d_r ou non.

publicado por portovoluntario às 11:02
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 23 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE (1)

Este Manual do Morcon (2) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Abiar - Andar de abion

 

Aberraçon - É a capital ser o Norte e estar no Sul.

publicado por portovoluntario às 11:40
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 22 de Janeiro de 2011

DIZER DIFERENTE

Recebi por email um documento que diz ser um dicionário de vocábulos novos desta região nortenha. Vou tentar, diariamente, a partir de hoje, publicar 2 por dia. Há palavras estranhas, português vernáculo. Tudo vou fazer para não alterar o sentido.

Este Manual do Morcon (1) - Dicionário da Língua Romontica Portuense. Ediçon rebista e aumentada com nobos bocábulos e dezenas de locuções da ribeira e balorizada com uma lista de raízes do noroeste da península ibérica, da region compreendida entre a circunbalaçon e o rio douro, delimitada a poente pelo Oceano Atlântico mais o enclave da Afurada.

Nota do administrador: Há palavras estranhas, português vernáculo que vou tentar, sem alterar, separar as letras porque não quero ser apelidado de mal-educado.

Abafar a palhinha - O mesmo que abafar a palheira, ou seja ocultá-la em

qualquer lugar.

 

Abécula - Pessoa cheia de perícia e muito despachada, mas a quem o sistema

não permite que estas qualidades se revelem.

publicado por portovoluntario às 11:07
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.posts recentes

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

. SÓ ACONTECE AOS OUTROS - ...

. UM ANO MAIS

. NÃO VAMOS LÁ

. Aniversário

. INCONFUNDÍVEL

. VIVO

. MÍSERIA

.arquivos

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Agosto 2016

. Fevereiro 2016

. Agosto 2015

. Fevereiro 2015

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds